Crença | Ser sustentável é mais caro?

O post de hoje é sobre uma frase que ouço muito por aí: Ser sustentável é caro. E hoje vou te mostrar porque é um erro achar isso.

Mudança para hábitos mais sustentáveis

Não é novidade para ninguém que precisamos incorporar hábitos mais sustentáveis na nossa rotina. O nosso planeta já deu sinais de que não suporta mais o nosso modelo de vida.

E sei que toda mudança é difícil. Requer muita vontade, perseverança, e principalmente, paciência.

Eu mesma estou num eterno processo de melhorar meus hábitos e sei que muitas vezes isso parece complicado. Mas depois que acostuma e vê os benefícios, se pergunta porque não começou a fazer isso antes.

Crença limitante que ser sustentável é mais caro

E em relação à sustentabilidade, vejo que muitas vezes a pessoa não consegue mudar seus hábitos porque tem uma crença limitante de que ser sustentável é mais caro. E te digo por experiência própria, não é!



O que acontece é que quando vamos numa loja que vende produtos naturais e veganos vemos os preços mais altos do que dos produtos que encontramos no supermercado. E por que isso?

Porque temos uma crise na nossa percepção quanto ao valor. É uma injustiça querer achar que um produto que não é feito em grande escala, de forma artesanal, com todas as preocupações socioambientais seja do mesmo valor que um produto poluente, sem certificação socioambiental e feito em grande escala.

Eu sempre digo.

Não é o produto sustentável que é caro, é o produto poluente que é barato demais. Todo o impacto socioambiental não está incluído no preço.

Quando compramos uma coisa que a nossa percepção entende como “barata”, compramos em excesso, desperdiçamos o produto. E uma das causas dos problemas ambientais está aí.

Quantas vezes já compramos um produto alimentício que precisávamos somente de 100 g para a receita mas tivemos que comprar 1 kg, e pouco tempo depois nos dávamos conta de que o produto tinha vencido e teria que ser jogado fora. 

E se você parar para pensar, você jogou o produto e seu dinheiro fora.

O desperdício é muito mais caro do que qualquer produto sustentável.

Por isso hoje o movimento de compras a granel tem ganhado força.

Tem também a tal da Lei da Oferta e Procura. Quantos mais um produto é consumido, mais ele tende a cair de preço. E infelizmente produtos que poluem são mais consumidos que produtos sustentáveis. Mas vejo que isso a cada ano está mudando.

A análise do custo-benefício: o desodorante que parecia ser caro

Outro ponto importante para colocar é a análise do custo-benefício que as pessoas muitas vezes não fazem. Vou mostrar um exemplo prático que aconteceu comigo uma vez.

Eu quis trocar meu desodorante por um mais ecológico para reduzir a química no meu corpo e para evitar alergias que estava tendo. Testei algumas marcas e gostei de uma que o desodorante custa 60 reais o frasco.

desodorante lafes
Créditos: Beleza do Campo.

Você pode pensar. Nunca compraria um desodorante de 60 reais!

Mas sabe o que percebi? Que não estava pagando caro. Pelo contrário, estava economizando.

O desodorante que usava antes custava em torno de 10 reais no supermercado. Era aerosol e de dois em dois meses comprava um.

Vamos colocar que comprava 6 frascos por ano. Só esses 6 frascos já dava os 60 reais do meu desodorante ecológico.

6 rexonas pelo mesmo preço que 1 lafes porém mais caro no custo-benefício

Só que meu desodorante ecológico dura em torno de 2 anos. Ou seja, ele acaba saindo pela metade do valor do desodorante comum. E o melhor, reduzi consideravelmente a quantidade de embalagens que iam para o lixo.

Esse foi um exemplo, mas tenho diversos no meu dia a dia.

Economizando na limpeza

E se você quiser economizar ainda mais com hábitos sustentáveis, pode fazer vários produtos ecológicos, como produtos de limpeza. Hoje eu gasto muito pouco limpando minha casa.

Essa falácia que ser ecológico é mais caro depende muito de qual ângulo você vê e de quem está falando. Porque as grandes indústrias poluidoras disseminam isso com medo de perder clientes.

Hoje eu quis trazer argumentos importantes para te convencer que ser sustentável não é mais caro. O caro é continuar poluindo e desperdiçando. Espero que estas informações tenham feito sentido para você. 

Gostou da dica? Então compartilhe com seus amigos e não esquece de deixar o seu comentário :)

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Priscila Randow

Priscila Randow

Sou uma capixaba-sergipana Bióloga, Mestre e Doutoranda em Sustentabilidade, Personal Organizer e idealizadora do Blog Dica Organizada. Quando percebi que a natureza é perfeita por ser organizada encontrei meu nicho de atuação. Siga-me do Instagram: @dicaorganizada

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *